cirurgia-plasticaNesta entrevista o cirurgião plástico Dr. Marcelo Fauri, membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) responde em forma de perguntas e respostas, dúvidas frequentes dos pacientes sobre procedimentos cirúrgicos.

 

1. O que é cirurgia plástica?

Derivada da palavra grega “plastikos”, que significa moldar ou dar forma, a cirurgia plástica é a especialidade da medicina, ramo da cirurgia geral, dedicada a restaurar e remodelar o corpo humano. Ela engloba tanto a cirurgia reconstrutiva quanto a estética. A reconstrutiva é realizada com o intuito de corrigir alterações estruturais causadas por defeitos congênitos (do nascimento), problemas de desenvolvimento, traumatismos, infecções, tumores ou doença. A cirurgia estética é realizada de forma a remodelar ou restaurar estruturas normais do corpo para melhorar a sua aparência e autoestima.

2. Como um médico se torna especialista em cirurgia plástica?

O treinamento para se tornar um cirurgião plástico é uma tarefa difícil. Para se tornar especialista certificado pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) e Conselho Federal de Medicina (CFM) o médico deve completar um curso de formação especializada que dura cinco anos. A formação inclui dois anos de residência em cirurgia geral. Os três anos subsequentes devem ser realizados em um centro de treinamento de cirurgia plástica credenciado pela SBCP. Antes de certificação oficial pela SBCP, o médico deve passar por um rigoroso exame com provas escritas e orais. Enquanto diversos médicos usam o termo “plástica” em seus consultórios, propagandas e cartões de visita, apenas aqueles certificados pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica e Conselho Federal de Medicina são verdadeiros cirurgiões plásticos.

3. A cirurgia plástica é segura?

Sim. Todas as cirurgias, independente da especialidade médica, trazem consigo algum grau de risco. No entanto, os procedimentos de cirurgia plástica são geralmente seguros quando realizados por médicos habilitados, em locais com infra-estrutura adequada. Pensando na sua segurança, a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (www.cirurgiaplastica.org.br) e o Conselho Regional de Medicina do Rio Grande do Sul (www.cremers.org.br) disponibilizam portais de busca de especialistas. Lá você pode certificar-se de que o médico que irá realizar seu procedimento é credenciado como especialista nas duas instituições. Se não houver registro em nenhuma das duas instituições, o médico em questão não é especialista. Para a sua segurança, procure sempre um especialista credenciado pela SBCP e CREMERS.

4. Que perguntas devo fazer antes de escolher um cirurgião plástico para me certificar de que ele/ela é qualificado para operar ?

Levar uma lista de perguntas na primeira consulta pode ajudar a garantir a segurança e a qualidade do seu procedimento. Algumas perguntas que podem ser feitas ao seu médico são:

 Você é certificado pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica?

Quando o médico afirma ser credenciado na SBCP, pergunte se ele é registrado nessa especialidade no Conselho Regional de Medicina. Somente a SBCP é reconhecida pelo Conselho Federal de Medcina para certificar os médicos na área da cirurgia plástica. Verifique a informação nos portais da internet http://www.cirurgiaplastica.org.br e http://www.cremers.org.br . Peça para ver os certificados.

Você é cirurgião plástico do corpo clínico do hospital onde irá realizar esta cirurgia?

o É importante saber se o médico é cirurgião plástico do corpo clínico do hospital e tem permissão para realizar o seu procedimento. Antes de autorizar o credenciamento do médico, as comissões dos hospitais, geralmente, avaliam o treinamento dos cirurgiões e revisam a documentação do médico.

Onde você vai realizar a minha cirurgia?

o As cirurgias plásticas podem ser realizadas em Hospitais e, algumas, em Clínicas. No caso de clínicas, certifique-se que a mesma possui autorização do Conselho Regional e Medicina e da Agência Nacional de Vigilância Sanitária.

Quais são os riscos envolvidos com o procedimento?

o Existem riscos em qualquer procedimento cirúrgico. Pergunte quais são, com que frequência eles ocorrem, e como eles serão tratados caso venham a ocorrer.

Qual é o tempo de recuperação esperado?

o Certifique-se de discutir sobre as restrições da sua atividade no pós-operatório e período de tempo usualmente necessário para retornar ao trabalho.

Qual será o custo da cirurgia?

o Custos incluem os honorários do cirurgião, auxiliar e anestesista, bem como as taxas hospitalares. Outros custos possíveis incluem exames pré-operatórios, medicamentos, malhas modeladoras, entre outros.

5. Quais os fatores que podem influenciar o sucesso da cirurgia?

A idade da paciente, tipo de pele, estado geral e antecedentes genéticos, entre outros fatores, podem afetar o resultado final, tanto de forma positiva quanto negativa. Pacientes que fumam apresentam uma cicatrização pior, com um tempo de cura mais prolongado. Pacientes com pele danificada pelo sol podem não obter o mesmo grau de melhora estética que aqueles com a pele sadia.

Embora não exista nenhuma maneira de prever com exatidão um resultado cirúrgico, o cirurgião examinará a paciente no consultório, antes da cirurgia, levando em conta todas as variáveis conhecidas. Com base nessa avaliação é possível indicar a melhor técnica e tratamento específicos para aquela paciente. É importante saber que os procedimentos existentes hoje são resultado de uma evolução técnica decorrente de várias décadas de estudo e prática da especialidade, o que os torna melhores e mais seguros.

6. Eu sou uma candidata apropriada para a cirurgia plástica?

Se você estiver considerando submeter-se a uma cirurgia plástica, você deve ser honesta consigo mesma. Perguntar exatamente por que você quer fazer a cirurgia, quais são os seus objetivos e o que você espera que a cirurgia faça por você.

É importante lembrar que a cirurgia plástica pode criar tanto mudanças físicas quanto psicológicas. Se você estiver procurando a cirurgia com o objetivo de influenciar uma mudança em outra pessoa que não seja você mesma, não vá adiante.

Qualquer procedimento de cirurgia plástica é altamente individualizado e você deve fazê-lo por vontade própria e não para satisfazer aos desejos de alguém, ou tentar atingir qualquer tipo de imagem ideal. Se você busca sentir-se melhor consigo mesma, melhorar sua aparência, auto-estima e as suas queixas são passíveis de tratamento, a cirurgia plástica pode ser uma boa opção para você.

7. É possível realizar uma cirurgia plástica sem cicatrizes?

Não. Toda a cirurgia plástica gera cicatrizes que podem variar em tamanho, qualidade e posição, conforme o tipo de procedimento e características do próprio paciente. O que acontece na maioria dos procedimentos de cirurgia plástica é o posicionamento das cicatrizes em lugares pouco visíveis como dobras naturais do corpo, linhas de expressão e áreas escondidas sob a roupa. O aspecto final da cicatriz varia de pessoa para pessoa.

Se você quiser melhorar a sua aparência, mas não está disposta a aceitar uma cicatriz, existem os chamados tratamentos não invasivos. Esse tipo de tratamento utiliza substâncias injetáveis como o ácido hialurônico e o Botox® para reduzir estigmas de envelhecimento como rugas e sulcos, e melhorar o contorno do seu corpo, em especial, na face. Eles não substituem a cirurgia, mas podem atenuar as marcas da idade retardando a necessidade de um procedimento cirúrgico.

 

Share Button



1363811148

Dr Marcelo Fauri: Co

O Dr. Marcelo Fauri e a sua equipe, entendem que ...

foto07parasuapelesilicone

Dr Marcelo Fauri: Im

Você gostaria de realizar a cirurgia de implante de prótese ...

DRENAGEM-LINFATICA

Dr Marcelo Fauri: Os

A drenagem linfática é um dos tratamentos mais eficientes realizados ...

001

Dr. Marcelo Fauri: M

A musculação é uma das atividades físicas mais indicadas por ...

modeil

Dr. Marcelo Fauri: U

Após submeter-se a um procedimento cirúrgico o paciente deve manter ...